Weather United States of America, Seattle United States of America, Seattle +8°C

Jornal Expresso Regional Online

Artesanato que ilumina e preserva o ambiente

Artesanato que ilumina e preserva o ambiente

Artesanato  que  ilumina e preserva o ambiente
August 20
15:02 2015

Do que iria para o lixo, surge a arte. Este é o trabalho do artesão Alexandre Coutinho, que consegue transformar em luminárias tubos de PVC. “Há três anos, vi na internet uma ideia de reúso de resto de material de obra, e um deles era o tubo de PVC”. Comenta o artesão, que teve a iniciativa em um momento difícil da vida. “Estava como acompanhante do meu irmão no Inca (Instituto Nacional do Câncer). Ele estava em fase terminal, internado, e não podia ficar só. Passei quase três meses morando no Inca. Foi quando vi os vídeos no Youtube, e resolvi tentar fazer aquilo [luminárias em PVC]. Foi fantástico, ajudou a me livrar de uma depressão que eu estava entrando”. O que era apenas uma terapia cresceu e virou a “Cecília Luminárias”, nome escolhido em homenagem a neta que iria nascer em breve.


O trabalho, que parece ser delicado quando se observa a peça pronta, é pesado e requer certo esforço. “As luminárias me tomam grande parte do tempo. Eu pego um cano que seria usado em obra, lixo bastante para deixar o tubo bem lisinho, bem transparente, tirar a imperfeição toda, e trabalho com micro brocas para fazer os desenhos” explica. Alexandre produz as luminárias nos mais variados temas: desde desenhos de Jesus Cristo e Maria, até Bob Marley, Beatles, dragões. “Eu gosto muito do estilo da mão de Fátima, corujas, filtros de sonho, mas vou muito pela sugestão das pessoas, a maioria é sugestão de amigos e clientes”. e avisa “também trabalho com encomendas. Teve uma cliente que chegou aqui com o desenho do estofado do sofá dela para que eu fizesse uma luminária”.


RECICLAGEM- “Há um desperdício muito grande nas construções, nas obras. Quero fazer uma campanha para receber doações de restos de tubos [de PVC] das empresas de construção. Eu acho que essa é a grande sacada desse trabalho que eu faço: reutilizar esse tipo de material cujo descarte é complicado, porque acumula muito fácil, e evitar que vá para o lixão, onde criam bolsas de água que ajudam, por exemplo, na proliferação do mosquito da dengue”, informa Alexandre. A empresa que desejar colaborar com o artesão, deve entrar em contato através do Facebook “Cecília Luminárias Macaé”.


PONTOS DE VENDA – Quem desejar adquirir as peças fabricadas por Alexandre Coutinho pode encontra-lo na feira da Associação Fazendo Arte, na Praça Veríssimo de Melo, às quintas-feiras, a partir das 14h, no Pólo Gastronômico, e na Cri Sana, em frente à praça principal do Sana, que funciona de sexta a domingo, das 9h às 22h. Recentemente Alexandre foi convidado também a montar um stand na Lumiar, em Friburgo, onde estará em setembro. Os preços das luminárias variam de 80 a quatro a mil reais (torres de PVC que levam até um mês de trabalho).


FURTO NA PRAÇA VERÍSSIMO DE MELO- Os comerciantes e artesãos que expõem os trabalhos na Praça Veríssimo de Melo tiveram uma surpresa nada agradável na quinta-feira (13). Algumas barracas foram furtadas durante a madrugada, apesar da presença de um trailer da Polícia Militar na calçada da praça. Segundo os comerciantes, a prefeitura afirma que há uma ronda noturna da Guarda Municipal pelo local, o que fica difícil de acreditar depois do ocorrido. “Levaram várias peças minhas, inclusive algumas que haviam sido encomendadas, e também materiais de trabalho”, denuncia Alexandre Coutinho. O artesão não foi a única vítima. Ele e outros colegas já registraram um boletim de ocorrência.

lumin

Share

Related Articles

0 Comments

No Comments Yet!

There are no comments at the moment, do you want to add one?

Write a comment

Write a Comment

Your email address will not be published.
Required fields are marked *

Publicidade

Publicidade

CURTA NO FACEBOOK

'