Weather United States of America, Seattle United States of America, Seattle +1°C

Jornal Expresso Regional Online

Ex-presidente do TRE e marido aparecem em agenda apreendida pelo MP

Ex-presidente do TRE e marido aparecem em agenda apreendida pelo MP

Ex-presidente do TRE e marido aparecem em agenda apreendida pelo MP
November 30
10:03 2013

O nome da desembargadora Letícia Sardas, ex-presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ), aparece em citações estranhas na agenda do empresário Hugo Cecílio de Carvalho, apreendida pelo Ministério Público (MP) em denúncia à Justiça por conta do Escândalo do Boi Bom, em 2012. 

O nome de seu marido, o empresário Cacau Medeiros, também consta da agenda. A desembargadora é a mesma que teve sua eleição para a presidência do TRE-RJ anulada na semana passada em razão de suspeitas de irregularidades na disputa. Ela também é membro do Tribunal de Justiça do Estado do Rio e até o fechamento desta edição, não retornou às ligações feitas pela reportagem de O Diário. Um advogado que não quis se identificar disse que acredita na possibilidade de a desembargadora não ter conhecimento de que seu nome é citado na agenda.

Hugo Cecílio, à época presidente do PMDB de Cabo Frio e integrante do estafe do então prefeito Marquinhos Mendes, é apontado pelo MP como mentor de uma organização criminosa que envolve um esquema de uso de laranjas em várias de suas empresas, agiotagem em troca de cheques com políticos e empresários, além de sonegação fiscal.

Apenas sobre uma das empresas envolvidas, há um auto de infração da Receita Federal de R$ 22 milhões. Hugo é denunciado ainda por extinguir empresas suas em dificuldades e abrir outras em nome de laranjas, onde quase, invariavelmente, eram usados nomes de empregados.

Uma das anotações da agenda de Hugo consta que ele marca uma "reunião em Búzios com Letícia e Cacau...". Em outra, ele anota o pagamento de um dinheiro em parcelas, , no valor de R$ 75 mil: "Fechar com Ricardo da RF (Receita Federal) por 5x15 mil = 75 mil". Há até cópia de um cheque emitido por uma das empresas de Hugo endereçado a Cacau. O material apreendido pelo MP inclui emails com informes do contador Luiz Felipe Rodrigues, que seria responsável pela montagem de esquemas de fraudes das empresas de Hugo.

Muitas provas contra Cecílio

O deputado federal Anthony Garotinho-PR, no seu blog, publicou denúncias com documentos oficiais apreendidos pelo MP e que constam do processo que apura a rede de tráfico de influência, lavagem de dinheiro, fraudes fiscais, caixa dois, trocas de cheques e empréstimos a políticos, entre outros crimes liderados por Hugo Cecílio.

Essas trocas de cheques estão numa lista com nomes de políticos do interior como vereadores, subprefeitos e ex-prefeitos. Entre eles, Marquinhos Mendes e Vinicius Farah (prefeito de Três Rios).
O esquema de Cecilio começou a ser desvendado depois de uma briga entre empresas e sócios por causa da marca do frigorífico Boibom. Em maio de 2012, após denúncia dos empresários Antônio e Cláudio Duarte, da Boibom Carnes Ltda, o MP fez uma operação no frigorífico de Cecílio, em Cabo Frio. 

O objetivo era recolher provas sobre uma suposta falsificação, por parte de Hugo, de produtos Boibom. Na operação foram encontrados documentos e anotações do empresário que indicavam suspeitas de envolvimento de Hugo em outros crimes. 

Hugo chegou a contrair um empréstimo de R$ 1,3 milhão com Antônio "para socorrer um político em Cabo Frio" após as eleições de 2008. A dívida foi parar na Justiça, mas Hugo alegou que pagou em diversas formas. A mais estranha de todas foi a utilização de cheques emitidos por um órgão da Prefeitura de Cabo Frio, no governo Marquinhos Mendes.

Hugo usou o nome do frigorífico Boi Bom, lesando a família Duarte (a sociedade está em litígio) e transformou a empresa num escritório de negócios políticos onde se distribuía dinheiro para campanhas eleitorais, com a prática de fraudes em licitações, aluguel de veículos e ambulâncias, se praticava sonegação fiscal, além de vários outros ilícitos. 

A documentação está em poder do Ministério Público. A reportagem de O Diário entrou em contato ontem à tarde com o gabinete da desembargadora Letícia Sardas, mas sua assessoria informou que ela cumpria uma agenda num compromisso externo e não retornou à ligação.

Algumas citações na agenda

 03/02 - Fls. 1007 - Cacau me cobrou
 26/02 - Fls. 1013 - Dei $ p/ Cacau
 16/03 - Fls. 1017 - Dar $ p/ Cacau (passei p/23/3)
 24/03 - Fls. 1021 - Paguei Cacau 
 16/10 - Fls. 1074 - Ir encontrar Cacau no RJ
 04/11 - Fls. 1081 - Reunião em Búzios - HCC (Hugo Cecílio de Carvalho)/Salviano/Cacau Medeiros/ Leticia.
 20/12 - Fls. 1094 - Ligar p/ Cacau Medeiros.

Share

Related Articles

0 Comments

No Comments Yet!

There are no comments at the moment, do you want to add one?

Write a comment

Write a Comment

Your email address will not be published.
Required fields are marked *

Publicidade

Publicidade

CURTA NO FACEBOOK

'