Weather United States of America, Seattle United States of America, Seattle +8°C

Jornal Expresso Regional Online

Filhos de pais estressados engordam 7% mais rápido que outras crianças

Filhos de pais estressados engordam 7% mais rápido que outras crianças

December 09
13:40 2013

Estudo concluiu que as mudanças de hábitos dos pais têm efeito direto na saúde dos filhos

 

Estudo concluiu que as mudanças de hábitos dos pais têm efeito direto na saúde dos filhos

Um estudo recente feito pelo St. Michael's Hospital, de Toronto, no Canadá, concluiu que pais estressados têm mais chances de terem filhos obesos. De acordo com o site inglês Daily Mail, crianças frutos de relacionamentos com altos níveis de estresse tendem a engordar 7% mais rápido que as demais.

Além disso, elas podem ter o IMC (Índice de Massa Corpórea) cerca de 2% mais alto do que os filhos de pessoas com menores taxas de estresse.

Dr. Ketan Shankardass, responsável pelo estudo, alerta que a descoberta é um passo para que os pais cuidem da saúde dos filhos antes que a obesidade se torne recorrente na adolescência e idade adulta. "A infância é um período em que as crianças desenvolvem os hábitos que se relacionam entre si na maneira como lidam com o estresse, com a comida e com os exercícios físicos", explica. Ainda segundo o especialista, os danos causados nesta faixa da vida são irreversíveis ou, no mínimo, muito difíceis de serem consertados.

Os pesquisadores afirmaram não saber o real motivo pelo qual o estresse dos pais e a obesidade infantil estão relacionados, mas acreditam que, devido a falta de tempo, os adultos mudam o comportamento, comprando mais comida pronta e junk food do que preparando refeições saudáveis. Além da alimentação errada, nestas famílias o exercício é prática rara e as pessoas apresentarem mudanças biológicas que facilitam ainda mais o ganho de peso.

Para os resultados, os especialistas submeteram os pais de crianças que já tinham participado de um estudo anterior a um questionário sobre os dados familiares. Eles descobriram ainda que as pessoas de descendência hispânica são mais sujeitas a apresentarem descontrole em relação à comida, aumento de apetite e vida sedentária.

 

Saúde Terra

Share

Related Articles

Publicidade

Publicidade

CURTA NO FACEBOOK

'