Weather United States of America, New York United States of America, New York +5°C

Jornal Expresso Regional Online

Interart é aberta com artesanato de qualidade

Interart é aberta com artesanato de qualidade

October 05
08:51 2013
Suzi

Prefeitura também desenvolve projeto com artesãos do município

Integração de culturas na segunda edição da Feira Internacional de Artesanato (Interart). O sucesso é tanto que a artesã Josiane Bueno, moradora no Bairro Lagomar, vendeu quase todos os seus produtos em menos de meia hora após a abertura do evento, nesta sexta-feira (4), no Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho (o Macaé Centro).

“Tive de buscar mais peças em casa”, comemorou ela que é artesã há apenas três meses e meio graças ao curso que fez no Centro de Educação Tecnológica e Profissional (Cetep), órgão da prefeitura vinculado à Secretaria Municipal de Trabalho e Renda (Semtre).

O projeto para artesãos no município é desenvolvido em conjunto com o Fundo Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social (Fumdec), que transforma artesãos em empreendedores por meio de fomentos diversos. O presidente do órgão, Vandré Guimarães, destaca a importância desse trabalho na Interart.

- A mistura cultural desse evento é o grande ganho para a população, que tem acesso a outras culturas e conhecimento que favorece a qualidade de vida. Além disso, o espaço que a prefeitura preparou está muito bem organizado, decorado e possibilita que os artesãos exponham seus produtos da melhor forma para o público, com visibilidade e ambiente agradável para todos que trabalham e os visitantes.

O diretor-presidente do Cetep, Lenilson Guimarães, disse que são oferecidos cursos para novos artesãos, como Josiane, e também para artesãos antigos visando melhorar a confecção e o acabamento de seus produtos, as técnicas de comercialização, desde o atendimento até a gestão do dinheiro fruto do trabalho. “É nesse conceito que entra o Fumdec dando oportunidade aos artesãos para receberem grandes encomendas e aprenderem a importância da economia formal”, observou.

O estande da prefeitura está armado no corredor do lado esquerdo de quem chega à feira. Na entrada do espaço há um informativo do Fumdec para quem quiser conhecer como funciona o fundo para fomentos, financiamento e certificação, bem como o projeto do Parque Científico & Tecnológico de Macaé - a nova economia da capital nacional do petróleo.

Na feira também chamam atenção a presença, novamente, do índios da tribo Pataxó, de Cabrália (BA), com seus apetrechos de penas, apitos e pinturas no corpo, e os produtos que expõem de madeira pura, até o estande só com os bois pintadinhos de Campos dos Goytacazes, e as artes com escamas de peixe de artesãos macaenses, desde colares até flores, entre outros trabalhos. Há estandes de vários estados brasileiros e países, como Cuba, com suas joias de pedras naturais, chapéus e diversos artefatos e gastronomia típicos de Minas Gerais, Rio Grande do Sul e outras partes do Brasil e do mundo.

A artesã Josiane disse que é técnica em enfermagem, mas resolveu ficar em casa cuidando da família. Só que quando soube do curso para artesãos no Cetep tentou mudar de vida e deu certo. “Além de contribuir para minha autoestima, com esse curso a renda da minha família está melhor. A prefeitura deu o material das primeiras peças e, com o dinheiro da venda delas, consegui fazer mais e agora estão se multiplicando”, afirmou. Ela trabalha com a arte do fuxico e feltro e de suas mãos saem mobiles e até almofadas, entre outros produtos com preços entre R$ 5,00 e R$ 50,00.

Já Magali Almeida César Machado, da Comunidade Malvinas, é uma das artesãs antigas do município. Há seis anos ela criou o Projeto Mulher Reciclando (Promur) que hoje conta com 20 mulheres artesãs macaenses que estão levando seus produtos para outros lugares. Elas estão presentes na Interart, no estande da prefeitura, com destaque para a confecção de pinturas e bordados em latas e papel, tudo reciclado.

O organizador do evento, Osvaldo Almeida Jr., disse que este trabalho dá um novo conceito ao artesanato, que hoje está voltado também para as questões de sustentabilidade com o conceito principal de preocupação com o meio ambiente.

- Estamos trabalhando para mais 200 anos de Macaé -, finalizou, lembrando o tema da feira este ano, que são os 200 anos do município completados em 29 de julho. A Interart acontecerá até o próximo dia 13, das 15h às 22h.

Tags
Share

Related Articles

0 Comments

No Comments Yet!

There are no comments at the moment, do you want to add one?

Write a comment

Write a Comment

Your email address will not be published.
Required fields are marked *

Publicidade

Publicidade

CURTA NO FACEBOOK

'