Weather United States of America, Seattle United States of America, Seattle +1°C

Jornal Expresso Regional Online

Mais um passo para o sonho de muitas famílias macaenses

Mais um passo para o sonho de muitas famílias macaenses

Mais um passo para o sonho  de muitas famílias macaenses
March 08
13:41 2016

Após sofrer maus-tratos em casa por vários anos, Joana Darke de Souza Livramento, 36, resolveu morar nas ruas. Na manhã deste sábado (5), ela foi a primeira sorteada no ‘Minha Casa, Minha Vida”, programa do Governo Federal coordenado pela Prefeitura de Macaé por meio da Secretaria de Habitação. Ainda sem acreditar no que estava acontecendo, a beneficiária do INSS, que catava latinhas nas ruas, estava emocionada. “A ficha ainda não caiu, já passei por tanta coisa e hoje vou ter meu cantinho”, falou com a voz embargada.

Joana, que vive há cinco anos na Pousada da Cidadania e passou 10 anos nas ruas, irá conhecer sua casa, o apartamento 101, no Condomínio Bosque Azul, no dia 15 de março, às 10h, data da vistoria do imóvel. “Quero agradecer a toda equipe da Pousada, que sempre cuidou de mim com muito carinho e me apoiou”, disse confidenciando que seu maior desejo quando estiver na casa nova é fazer uma deliciosa feijoada. Hoje, Joana é beneficiária do INSS por ser portadora de problemas neurológicos, devido aos espancamentos.

Durante o sorteio, muitas histórias emocionantes foram contadas, por pessoas que estavam realizando o sonho de ter a casa própria. Na ocasião, o prefeito, Dr. Aluízio, frisou que este é um dos mais importantes programas sociais do governo, possibilitando uma moradia digna às pessoas. “O ponta pé inicial foi com as famílias da Ladeira de Santana, que já estão morando no condomínio desde o final do ano passado. Que este momento seja de construção de novas oportunidades e de uma cidade cada vez melhor”, pontuou.

Outro sorteado foi o açougueiro Alex Vicente, 32 anos, casado e com três filhos. Ele será o morador do apartamento 404, bloco 11, quadra 1. Atualmente, ele gasta metade do seu salário com pagamento de aluguel. “Quando falaram o meu nome nem acreditei, só na segunda vez que realmente tive certeza. Vou ligar para minha esposa e dar a notícia. Hoje, o que sobra do que eu ganho é todo para alimentação, não tenho como oferecer momentos de lazer aos meus filhos e acho que essa é a oportunidade de proporcionar uma vida melhor para eles”, comemorou.

Sorteio - As famílias sorteados em 2014 e que cumpriram todas as etapas de entrega da documentação, participaram neste sábado, no Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho, de novo sorteio, sendo que desta vez, elas saíram com o endereço do seu imóvel.

De acordo com a secretária de Habitação, Alessandra Aguiar, ao todo, 543 famílias contempladas, sendo que, na primeira fase, 385 famílias receberão as unidades habitacionais e os demais 158, na segunda fase, ao longo deste ano.
“O sorteio contempla a demanda espontânea de habitação de interesse social, que não tenham imóvel. As pessoas que não vieram neste sábado, terão cinco dias úteis para comparecer à sede da secretaria, localizada na Avenida Marechal Rondon, 390, Miramar (antigo Barracão da prefeitura) – esclareceu Alessandra, explicando ainda que as famílias sorteadas já saíram do Centro de Convenções com a data da vistoria do imóvel agendada. A ação será realizada pelo proprietário junto com um representante da construtora.

Após a aprovação, o beneficiário fará a assinatura do contrato com a Instituição Financeira - Banco do Brasil. Ao longo de 10 anos, as famílias irão pagar entre R$ 25 e R$ 80, valor relativo a 5% do valor da renda familiar. Depois deste período, receberão a documentação da unidade.
Para o sorteio foram utilizadas três urnas, com as seguintes especificações: deficientes, idosos - estes tiveram a preferência para os apartamentos térreos -, e a última urna voltada para os demais.

A cada giro das urnas o silêncio tomava conta da plateia, que após o anúncio do sorteado aplaudia, vibrava e se emocionava. “Este é um dia especial e de muita felicidade para essas famílias. O município se preparou e trabalhou com afinco para que este sonho se tornasse realidade”, ressaltou Alessandra.

Financiamento - A Secretaria de Habitação começou a agendar as pessoas que tiveram o financiamento negado pelo banco, por informações conflitantes, renda, número de familiares e declarações erradas das famílias. O Banco do Brasil cruza todos os dados, como INSS, cartórios e Receita Federal, para verificar se há como sanar as incompatibilidades com o agente financeiro. Se isso não resolver, será usado o Cadastro de Reserva, pois o objetivo é entregar as novas residências às famílias que necessitam de moradia própria. Também participaram da solenidade representantes do legislativo e secretários municipais.

Share

Related Articles

0 Comments

No Comments Yet!

There are no comments at the moment, do you want to add one?

Write a comment

Write a Comment

Your email address will not be published.
Required fields are marked *

Publicidade

Publicidade

CURTA NO FACEBOOK

'