Weather United States of America, Seattle United States of America, Seattle 0°C

Jornal Expresso Regional Online

MP denuncia farra de Armando e Alexandra na França com dinheiro público

MP denuncia farra de Armando e Alexandra na França com dinheiro público

MP denuncia farra de Armando e Alexandra na França com dinheiro público
September 26
15:02 2016

Uma lua de mel às custas do dinheiro público. Assim o Ministério Público do Rio de Janeiro define a viagem realizada pelo casal Armando Carneiro e Alexandra Moreira, em 2011, quando o então prefeito e a primeira-dama – também Presidente da Fundação de Cultura e Lazer - fizeram um tour turístico pela Europa sob a alegação de que iriam participar do Salão Internacional de Turismo.

Segundo o MP-RJ, o casal gastou um total de R$ 53.912,32 com despesas de contratação de viagem de turismo “feitas pelos réus e pagas pelo município de Quissamã” em uma viagem que durou 13 dias, enquanto o evento que Armando e Alexandra informaram que iriam participar aconteceu em um dia. O que teria feito o casal nos demais dias? O MP tem a resposta.

Roteiro do casal Armando Carneiro e Alexandra Moreira pelas palavras do MP-RJ

- “No dia 06/11, terceiro dia, os réus foram conhecer a parte turística da região da Alsacia, com visitas guiadas a restaurantes e museus de Colmar. Fizeram ainda uma rápida visita a um Centro de Formação e depois puderam conhecer a arquitetura desse lugar”;

- “Já no dia 07/11, quarto dia de viagem, os réus compareceram no Salão Internacional de Turismo, evento, repita-se, que era o motivo da viagem. Seria nesse salão que a empresa contratada promoveria o município de Quissamã como destino turístico internacional”

- “Assim, do dia 04 ao dia 06/11, os réus permaneceram na França e desfrutaram de sua ótima estrutura turística, sem que fossem desempenhadas atividades que refletissem interesse para o Município de Quissamã e para a coletividade”.

De 06 de novembro de 2011 em diante, o Ministério Público relata em detalhes os passeios turísticos realizados pelo casal na Europa até o dia 16 de novembro, quando retornaram ao Brasil. Entre as extravagâncias de Armando e Alexandra estão diárias em hotéis que custaram a partir de 275 euros, SPA nas montanhas de Munster, almoço na Avenida Champs Elysees, passeio de barco pelo Rio Sena, e entradas para o famoso espetáculo Moulin Rouge.

Para o MP, “evidentemente que a conduta dos réus proporcionou-lhes vantagem patrimonial indevida” já que a viagem “deixou de ser custeada com patrimônio próprio para ser custeada com patrimônio público municipal”.

O Ministério configura ainda a atitude dos dois como “enriquecimento ilícito” e pede liminar de indisponibilidade de bens no valor proporcional gasto pelo casal na Europa.

Share

Related Articles

0 Comments

No Comments Yet!

There are no comments at the moment, do you want to add one?

Write a comment

Write a Comment

Your email address will not be published.
Required fields are marked *

Publicidade

Publicidade

CURTA NO FACEBOOK

'