Weather United States of America, Seattle United States of America, Seattle +1°C

Jornal Expresso Regional Online

Mutuários do condomínio Brisa do Vale amargam atraso sem fim em Macaé

 Breaking News

Mutuários do condomínio Brisa do Vale amargam atraso sem fim em Macaé

May 05
11:53 2014
Representante da CPI das Costrutoras estiveram no empreendimento e constataram diversas irregularidades

Representante da CPI das Construtoras estiveram no empreendimento e constataram diversas irregularidades

 

om a facilidade de crédito e de programas como o “Minha Casa Minha Vida”, o sonho da casa própria se tornou possível para muitas famílias brasileiras. De um tempo para cá, famílias com renda a partir de R$ 1.400,00 puderam contrair financiamentos em um dos muitos condomínios habitacionais voltados para este público. Em Macaé, o Brisa do Vale — empreendimento com mais de 2.000 apartamentos construídos na Estrada do Imburo — foi um deles. Oferecendo apartamentos de dois quartos (com ou sem suíte) na faixa de preço entre R$ 70 e R$ 95 mil e até 25 anos para pagar, o empreendimento parecia a concretização de um sonho para centenas de famílias macaenses. No entanto, com um atraso superior a dois anos — os apartamentos da primeira fase deveriam ter sido entregues em 2012 — o sonho de muitos tornou-se pesadelo.

O técnico de eletrotécnica Antônio Medeiros foi um dos compradores do imóvel. Em entrevista ao Expresso Regional, ele alegou sua indignação com a demora da entrega das chaves do Condomínio Brisa do Vale, localizado na estrada do Imburo, Macaé. “Mesmo comprando o imóvel que era para ser entregue, continuo pagando aluguel. Quero que esta situação se resolva o mais rápido possível. Já estamos levando às últimas conseqüências, pois foram abertos 48 processos contra a construtora, já fizemos manifestações continuaremos na luta pelos nossos direitos. “afirmou, enfatizando ainda que 916 famílias da primeira fase do empreendimento ainda aguardam pela entrega da casa própria.

Antônio disse também que o responsável pela CPI Das Construtoras da Alerj, deputado estadual Gilberto Palmares vistoriou o empreendimento no domingo (27), com o intuito de verificar as irregularidades. Segundo ele, a Alerj vai convocar os envolvidos para esclarecer o atraso de mais de dois anos na entrega do imóvel. Na vistoria realizada, alguns apartamentos foram identificados com rachadura e os pisos com acabamento diferente. Os compradores estão pagando cerca de R$, 450 à R$ 1 mil de prestação mensalmente. Foi informado ainda que a Cedae está com dificuldades do abastecimento de água no local.

Antônio disse também que o responsável pela CPI Das Construtoras da Alerj, o deputado estadual Gilberto Palmares, vistoriou o empreendimento no domingo (27), com o intuito de verificar as irregularidades. A Alerj vai convocar os envolvidos para esclarecer o motivo do atraso do empreendimento, além de rachaduras nas paredes e pisos com acabamentos diferentes. O impasse entre a prefeitura e a construtora João Fortes Engenharia, responsável pelo empreendimento, está irritando os futuros moradores. A prefeitura empurra a culpa para a construtora e vice-versa. Foi informado também que a Cedae está com dificuldades no abastecimento de água no local.

Os compradores estão pagando cerca de R$ 450,00 à R$ 1 mil de prestação mensalmente. A polêmica já tomou conta das redes sociais. Uma das compradoras do imóvel, Samara Martins, também mostrou sua indignação. “É tão triste ver aquilo que era um sonho virar pesadelo. Quando compramos o apartamento ficamos muito felizes, iríamos nos casar. Cada vez que venho acompanhar o andamento pelo grupo fico ainda mais horrorizada e triste. Não pedimos nada a ninguém, nós compramos. Estamos pagando e merecemos um pouco mais de respeito”, desabafou

De acordo com especialistas, é preciso tomar alguns cuidados básicos na hora de comprar um empreendimento na planta. O advogado Ricardo Marques explica que é preciso analisar o contrato com um jurídico para ver o que se pode fazer caso a obra atrase. Se o atraso não estiver no contrato, é possível alegar dano moral.
[Tamara Lima]

Share

Related Articles

0 Comments

No Comments Yet!

There are no comments at the moment, do you want to add one?

Write a comment

Write a Comment

Your email address will not be published.
Required fields are marked *

Publicidade

Publicidade

CURTA NO FACEBOOK

'