Processo Seletivo: classificados tomam posse

Por Jornal Expresso 04/10/2017 - 20:07 hs

No último sábado (30) a Prefeitura de Macaé divulgou o resultado final do Processo Seletivo Simplificadoatravés da Portaria 2.075/2017. Dos 41 cargos ofertados, 19 estão tomando posse imediata, conforme autorização do juiz da Comarca de Macaé, Dr. Sandro Lontra. Os profissionais empossados, desde domingo (1°), são das áreas de saúde (476) e educação (300).

A Secretaria Adjunta de Recursos Humanos lembra que os candidatos convocados têm até 48 horas, após a data de apresentação dos documentos, para comparecerem ao local indicado na Portaria 2,075/2017. Os profissionais da área de saúde estão entregando a documentação no Hospital Público de Macaé (HPM).

Processo Seletivo Simplificado atraiu 25 mil inscritos, sendo que 20.082 candidatos fizeram a prova. Entre eles estava Lucas dos Santos, 21, aprovado em terceiro lugar no cargo de Agente Comunitário de Saúde. Ele admite que o contrato vai ampliar sua experiência profissional. "Faço faculdade de Enfermagem na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Escolhi este cargo pela possibilidade de poder trabalhar a prevenção junto à população. Estou muito animado e amanhã me apresento na unidade de Estratégia da Família da Imbetiba", disse. 

Educação

Cerca de 300 convocados da área da Educação - Auxiliares de Serviços Escolares - compareceram nesta segunda-feira (2) na sede da Secretaria de Educação. Para melhor atender aos classificados, a entrega de documentos foi dividida em horários conforme a lista de classificação; 9h, 11h, 13h, 15h e 17h. Após a entrega dos documentos e assinatura do termo de posse, os aprovados escolheram a escola em que vão atuar. 

Nesta terça-feira (3), haverá uma formação em serviço para os Auxiliares de Serviços Escolares - Necessidades Especiais - Educação Infantil. A capacitação específica vai acontecer às 8h30, no Centro de Formação Carolina Garcia, que funciona no Colégio Municipal Professora Maria Isabel Damasceno Simão, que funciona na Rua Dr. Francisco Portela, 410 - Centro.

Na oportunidade será destacado aos que vão trabalhar com a Educação Infantil questões como atribuições, como é o trabalho no segmento, cuidados com alunos na faixa de dois a cinco anos e funcionamento de escolas em tempo integral e parcial. Já os que vão atuar com alunos na Educação Inclusiva passarão por uma formação como foco para o atendimento aos alunos com necessidades especiais, função e qual a importância da atuação na escola. Nesta quarta-feira (4), os novos contratados devem se apresentar nas escolas com o memorando para começar a atuar. Em breve, os que tomaram posse serão chamados pela Secretaria Municipal de Administração para cadastrar a biometria.

Em clima de ansiedade, a posse foi sinônimo de sonho realizado para muitos. Carine dos Santos Ribeiro Azevedo Pereira era uma das mais animadas. A jovem de 28 anos, que foi aprovada no terceiro lugar, contou que ficou muito preocupada em não ser classificada. "Estudei muito. Já tenho experiência na função. Mas, foram muitos candidatos. Quando vi meu nome na relação de aprovados fiquei muito emocionada. Agora, quero fazer o melhor possível junto aos alunos", conta a auxiliar que vai atuar na Escola Municipal Professor Antônio Alvarez Parada.

Classificada em oitavo lugar, Loise Flores, não cabia em contentamento. A auxiliar, que já tem experiência na função há cinco anos e vai atuar na Escola Municipal Hilda Ramos, comentou que a contratação vai ajudar no orçamento familiar. "Preciso ajudar minha família. Se não fosse classificada, o salário iria fazer muita falta", conta.

Já o representante do sexo masculino, Francisco de Assis Duarte, admitiu que estava nervoso. "Esse processo seletivo foi muito disputado. Temos conhecimento da função, mas tivemos que estudar bastante para conseguir chegar até aqui. Tenho mais de dez anos de trajetória atuando com crianças e adolescentes. Mas, me encontrei na Educação Especial. Trabalhar com inclusão é maravilhoso. Ainda bem que fui aprovado", pontua.

Formada em Pedagogia, a auxiliar de serviços escolares também empossada, Jaqueline Guimarães Ramos observou que não vê a hora de começar a trabalhar. "Estou muito emocionada. Sei que tem muita gente boa que não conseguiu ser classificada. Vou me dedicar muito", conta.