Weather United States of America, Seattle United States of America, Seattle 0°C

Jornal Expresso Regional Online

Parece sertão nordestino, mas esse bairro é em Macaé

Parece sertão nordestino, mas esse bairro é em Macaé

Parece sertão nordestino, mas esse bairro é em Macaé
August 04
12:45 2015

Em uma mesma cidade, há dois lados: aquele que conta com uma boa infraestrutura, boa prestação de serviços básicos, oferta de lazer, e transporte público regular. Mas lá, depois da ponte, o tempo parou, e toda uma comunidade foi esquecida. Este lugar chama-se Piracema. Situada às margens da Linha Azul, a localidade sofre há anos com problemas relativos aos serviços básicos. Há muito tempo os moradores reclamam, mas nada muda.


Segundo Aluízio Bezerra, 54 anos, 36 deles vividos na comunidade, a falta de água é o ponto mais crítico. “Os caminhões passam aqui abastecendo as caixas d’águas só uma vez por semana, e mesmo assim, até semana passada fazia um mês que não vinham”, comentou indignado Aluízio, que também é presidente da Associação de Moradores, e que no momento em que a nossa equipe de reportagem estava no local, havia acabado de retornar de mais uma visita à Prefeitura. “Eu fui na Prefeitura, acabei de chegar de lá. Eles falaram que iam mandar os caminhões, mas sempre prometem isso”, concluiu incrédulo. Marcelo Silva, 28 anos, não mora em Piracema, mas possui um pequeno hortifruti na comunidade, e disse que foi preciso perfurar um poço para se manter. “A Prefeitura não vem aqui não, aqui não é Macaé não”, comentou o comerciante. Segundo Marcelo, trabalhar na região é complicado porque mesmo a água de poço “é fedida”.


Mas os problemas de Piracema vão além da irregularidade no fornecimento de água. Há um valão na comunidade que dificulta ainda mais a vida dos moradores. Segundo Antônio Costa, 53, morador do local há mais de 10 anos, o convívio com ratos, baratas e até mesmo cobra é constante. “Aqui ta assim há tempo. Desse valão aí sai tudo quanto é tipo de bicho, sem falar que alaga tudo aqui quando chove. Meu filho de 10 anos vive doente. Ninguém vem limpar isso aqui não”, afirmou Antônio.


Procurada pela equipe do Expresso Regional, a Prefeitura de Macáe respondeu, por meio da assessoria de imprensa, que a Prefeitura está “impedida legalmente de realizar qualquer intervenção em Piracema” devido ao fato de que as “ocupações no local são irregulares por se tratar de uma área privada”. A Prefeitura informou ainda que há um processo em curso para a desapropriação da área, para que então possam ser realizadas as obras de infraestrutura e urbanismo.


Entenda o caso – Em janeiro de 2014, a equipe do Expresso Regional esteve na comunidade para relatar as dificuldades enfrentadas pelos moradores. O tempo passou, mas as reclamações continuam as mesmas. As reclamações e a explicação da Prefeitura para justificar a dificuldade em ajudar a comunidade. Nada foi feito por Piracema um ano e seis meses após a última visita do Expresso.

sertao

Share

Related Articles

0 Comments

No Comments Yet!

There are no comments at the moment, do you want to add one?

Write a comment

Write a Comment

Your email address will not be published.
Required fields are marked *

Publicidade

Publicidade

CURTA NO FACEBOOK

'