Weather United States of America, Seattle United States of America, Seattle +6°C

Jornal Expresso Regional Online

Prefeitura estuda a construção de Hospital Maternidade-Escola

Prefeitura estuda a construção de Hospital Maternidade-Escola

Prefeitura estuda a construção de Hospital Maternidade-Escola
February 17
14:09 2014

Saúde e ensino de qualidade vão caminhar juntos no município por meio de uma gestão compartilhada da prefeitura com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Macaé deve ganhar um Hospital Maternidade-Escola, que será o Hospital da Mulher, com 90 leitos, no bairro Fronteira. Estudos preliminares sobre o projeto foram discutidos entre o prefeito Dr. Aluízio; o presidente da Fundação Educacional de Macaé (Funemac), Gleison Guimarães; o reitor da UFRJ, Carlos Levi da Conceição; a diretora pro tempore da universidade, Elizabeth Accioly; e professores coordenadores dos cursos de Medicina, Enfermagem e Farmácia da UFRJ-campus Macaé. 

O município também receberá, ainda este ano, o novo Hospital Público Municipal (HPM), cujas obras de ampliação já começaram e terá mais 106 leitos. A previsão é de também passar a realizar cirurgia cardíaca e hemodinâmica. Com todo esse serviço o município terá dois hospitais-escolas e, no total, a prefeitura oferecerá, gratuitamente, quase 200 novos leitos para atender a população. O encontro aconteceu durante toda a tarde desta sexta-feira (14), na Funemac. 

- A ideia é que o HPM seja um hospital geral, referência em urgência e emergência no município e que seja utilizado como base do programa de Residência Médica dos alunos da UFRJ, o que é vital para a formação deles. E a saúde no município, por sua vez, também ganha com melhor atendimento e mais especialidades médicas. Além disso, com o novo hospital e a Maternidade-Escola, que já vai nascer como um hospital de vanguarda, criaremos o sentimento de pertencimento dos alunos da UFRJ com as aulas práticas de verdade, o que é fundamental para a formação dos novos médicos que Macaé está colocando no mercado profissional. Essa mão de obra é necessária e o diferencial que traremos para Macaé é a oportunidade de aprender no hospital o seu papel de acadêmico, sempre orientado por profissionais – destacou o prefeito. 

Dr. Aluízio enfatizou que trata de um processo novo no município que vai formar residentes como poucas cidades no estado têm, com valorização dos alunos. O presidente da Funemac, que é médico e professor da UFRJ, lembrou que hoje o município já oferece aulas práticas aplicadas no Centro de Treinamento que funciona no HPM, inclusive com a utilização de robôs, bem como aulas teóricas.

 - Com dois hospitais-escolas Macaé avançará cada vez mais no ensino da Medicina e até as aulas teóricas serão reforçadas devido à qualidade das práticas. E a população receberá atendimento gratuito cada vez mais especializado, fruto da gestão compartilhada entre prefeitura e UFRJ – observou Gleison Gluimarães. 

O projeto da maternidade foi apresentado pela equipe da Câmara Permanente de Gestão (CPG) e segue o conceito de humanização na área hospitalar, conforme norma do Ministério da Saúde, e atendimento acolhedor desde a recepção, em espaço amplo e agradável. 

Além dos leitos convencionais e toda área de apoio e administrativo, o Hospital Maternidade-Escola terá o Programa Cegonha, Casa de Puérpera (espaço de convivência para a mãe ficar enquanto o bebê recebe tratamento), internação intensiva, enfermaria canguru, Banco de Leite, Centros Obstétrico e de Parto Natural, entre outros serviços. A nova unidade terá o total de 6.166m² de área construída. 

Também participaram do encontro o vice-presidente da Funemac, Carlos José Mattos de Andrade; o secretário da CPG, José Walmir; o procurador da UFRJ, Luiz Carlos Machado Silva; e as professoras coordenadoras, respectivamente, dos cursos de Medicina, Jussara Mathias Netto, Enfermagem, Glaucia Valadares, e Farmácia, Rita Cristina Martins. Em seguida eles foram conhecer as instalações do novo prédio da UFRJ, na Cidade Universitária. 

UFRJ em expansão na Cidade Universitária

 A expansão da UFRJ, que consolida as atividades implementadas pela universidade no município, também foi discutida no encontro entre o prefeito, o reitor da universidade e o presidente da Funemac. A universidade iniciou este mês a ocupação progressiva do bloco B, no prédio anexo ao da Funemac, dentro do convênio de cessão com a prefeitura, que reforça a sua interiorização do ensino. A Cidade Universitária abriga também a Faculdade Professor Miguel Ângelo da Silva Santos (FeMASS) e a Universidade Federal Fluminense (UFF). 

A proposta da nova gestão da Funemac é o desenvolvimento de atividades integradoras entre todos os cursos e universidades no campus. Os alunos já perceberam que o campus está sendo revitalizado, com espaço mais iluminado e humanizado que ganhará em breve também um projeto de urbanismo e paisagismo, em parceria com as secretarias de Obras, Limpeza Pública e Manutenção, e uma arte de grafite, junto com a Fundação Macaé de Cultura.

 

O objetivo, segundo Gleison Guimarães, é acolher alunos, professores, corpo administrativo e todas as pessoas que circulam pela Cidade Universitária, oferecendo um espaço coletivo sempre vivo e intenso.

A questão do estacionamento também está sendo avaliada junto com estudos feitos pela Secretaria de Mobilidade visando o reordenamento do espaço de forma econômica e inteligente, com controle de entrada e saída dos veículos. 

O reitor da UFRJ disse que a universidade tem interesse em ser parceira nessa questão e discutirá a possibilidade de colaborar experimentalmente com um projeto tecnológico de cobertura solar que tem a função de sombra e acúmulo de energia simultaneamente. 

- Muitos avanços a UFRJ já conseguiu junto com a prefeitura e temos certeza de que outras propostas vão se materializar ao longo dos próximos meses e anos. Trabalhando em conjunto o futuro está a nossa espera. O apoio da prefeitura é fundamental para o fortalecimento das atividades acadêmicas da UFRJ em Macaé, principalmente com esses grandes investimentos na área da Saúde contemplando não só os alunos, mas toda a população – disse o reitor. 

Share

Related Articles

0 Comments

No Comments Yet!

There are no comments at the moment, do you want to add one?

Write a comment

Write a Comment

Your email address will not be published.
Required fields are marked *

Publicidade

Publicidade

CURTA NO FACEBOOK

'