Weather United States of America, Seattle United States of America, Seattle +6°C

Jornal Expresso Regional Online

Rio das Ostras: onde está dinheiro da educação?

Rio das Ostras: onde está dinheiro da educação?

Rio das Ostras: onde está dinheiro da educação?
July 01
13:06 2015

Rio das Ostras já teve a melhor educação pública de toda a região. Porém, as escolas modelos e os altos índices de educação ficaram no passado. Hoje cidade amarga uma crise no setor. Na semana passada, o Expresso publicou a denúncia de alunos da escola Municipal Nilton Bathazar que chamaram uma rede de televisão para protestar contra a falta de estrutura da escola. Por lá, até o papel higiênico está em falta para atender aos alunos. A justificativa do governo para este e os demais problemas do município é mais uma vez a crise econômica e a queda no repasse dos royalties do petróleo. No entanto, dados do Portal da Transparência mostram que dinheiro, necessariamente, não é o problema. No ano de 2015, a despeito da crise econômica, o repasse de verbas à educação no município não sofreu qualquer queda.


O levantamento veio a público esta semana, através de artigo publicado pelo jornalista Elizeu Pires em seu blog. Segundo os dados publicados, considerando só as transferências constitucionais, aquelas que o governo federal é obrigado a fazer para os municípios todos os meses, os recursos destinados ao setor de Educação em Rio das Ostras não sofreram nenhuma queda nos cinco primeiros meses de 2015 em relação a igual período no ano passado. Muito pelo contrário, houve até um aumento, pois os repasses do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) entre janeiro e maio de 2014 somaram R$ 26.116.393.44 e no mesmo período, este ano, a Prefeitura recebeu o total de R$ 26.508.788,97.


Entretanto, pais, alunos e professores continuam reclamando das condições verificadas nas escolas, uma situação que envergonha um município. Segundo o jornalista, mesmo sofrendo com a queda dos royalties do petróleo, Rio das Ostras permanece em situação privilegiada, pois na Baixada Fluminense, por exemplo, das 13 cidades que formam a região, 10 perderam receita na Educação e nem por isso os gestores vêm deixando faltar papel higiênico nas unidades de ensino.


Reclamações — “A gente está sem papel higiênico, sem Xerox, sem folha para a impressão de provas. Tem dia que ficamos até sem água para beber após a aula de educação física”, contou a aluna Clara Farjado. Júlia Rodrigues, outra aluna do colégio entrevistada pela reportagem confirmou a informação. Segundo ela, até as provas precisam ter a questões copiadas, já que os professores não tem papel ou tinta de impressora para confeccionar as provas. “E o pior é que eles nos dão pouco tempo para a gente fazer a prova. E, como também temos que copiar todas as perguntas, acabamos prejudicados.


“Alguns estudantes, além do papel higiênico, levam de casa água para beber, pois tem faltado água em várias escolas, problema que poderia ser resolvido se a Secretaria de Serviços Públicos fiscalizasse o abastecimento que deveria ser feito pela empresa Top Mak Multicomercial, que tem um contrato de R$ 5.265.064,45 para transportar água potável para os órgãos municipais e para as cisternas comunitárias”, denuncia Elizeu Pires.


Por Whatsapp a reportagem do Expresso recebeu a informação de leitores de que, o caso do Colégio Nilton Balthzar, em Rio das Ostras infelizmente, não é isolado. Em abril deste ano, a rede de televisão SBT denunciou que a Escola Municipal Acerbal Pinto Malheiros, também passava pela mesma situação. Porém, após a reportagem da TV, o caso foi solucionado e os alunos, pelo menos, agora contam com papel higiênico. Já quanto a escola Nilton Balthzar, a Secretaria de Educação informou que não falta água no colégio e sim que os filtros dos bebedouros estavam em manutenção. Quanto ao papel higiênico, a secretaria responsabilizou um funcionário da própria escola pela falha.

sb

Share

Related Articles

0 Comments

No Comments Yet!

There are no comments at the moment, do you want to add one?

Write a comment

Write a Comment

Your email address will not be published.
Required fields are marked *

Publicidade

Publicidade

CURTA NO FACEBOOK

'