Weather United States of America, Seattle United States of America, Seattle +8°C

Jornal Expresso Regional Online

Um giro pelo Sistema Solar

Um giro pelo Sistema Solar

Um giro pelo Sistema Solar
June 26
15:05 2015

Essa semana foi marcada pela divulgação de novas imagens de objetos do Sistema Solar. As fotos revelaram detalhes impressionantes de Marte, Ceres e Plutão e a situação só vai melhorar.

Começando por Marte, a Curiosity enviou uma foto mostrando o terreno ao seu redor. Até aí a imagem não tem nada de muito especial. Por exemplo, não está revelando um afloramento de gelo ou uma estratificação do solo do tipo que se espera em leito de rios secos. Mas uma rocha se destaca, bem ao fundo da imagem. Não por motivos geológicos, mas por que ela se assemelha a uma pirâmide.

À primeira vista, ela se parece mesmo com uma pirâmide, bem pontiaguda até e nem preciso mencionar que a equação “pirâmide” + Marte = alienígenas, né? Vários sites estão espalhando que essa é (mais) uma evidência de que existe vida inteligente em Marte a ponto de construir pirâmides. E que, claro, a NASA não admite.

A rocha se parece mesmo com uma pirâmide, mas basta olhar com cuidado para ver que isso não passa de um efeito de luz e sombra, que ressalta uma das faces, fazendo com que ela pareça ser esculpida com precisão. Além disso, ela está na encosta de um barranco, inclinada quando a gente vê a foto original (essa que está aí), mas que é mostrada convenientemente rodada para fazer com que se pareça com o topo de uma pirâmide enterrada. Enfim.

As outras imagens são dos dois planetas anões mais badalados do momento.

A sonda Dawn enviou novas fotos da superfície de Ceres, aquele mesmo dos pontos brilhantes. As fotos estão cada vez melhores porque, como a sonda está se aproximado aos poucos da superfície, elas ficam com resolução cada vez melhor. E Ceres fica cada vez mais esquisito.

Os pontos luminosos estão lá ainda, nada mudou. Apesar da melhora na resolução das imagens, essa melhora ainda não foi suficiente para resolver o mistério da sua origem. O suspeito de sempre é gelo, apesar dos contras que já mencionei anteriormente. Atualmente a Dawn está a 4 mil km de altura, mas ela deve baixar a meros 375 km. Nessa órbita, a resolução das imagens vai chegar a 35 metros por pixel o que deve ser suficiente para desvendar o mistério dos pontos brilhantes.

Mas além desses pontos, a Dawn revelou mais uma estrutura intrigante, uma montanha com quase 5 km de altura. Não parece muito, mas se você considerar que o diâmetro de Ceres é menos de mil km, ela se torna mais do que intrigante. Essa estrutura é muito grande em relação a Ceres, tem 0,5% do diâmetro do planeta anão. Se essa proporção fosse mantida a maior montanha na Terra teria pelo menos 60 km de altura!

observatorio-piramide

Share

Related Articles

0 Comments

No Comments Yet!

There are no comments at the moment, do you want to add one?

Write a comment

Write a Comment

Your email address will not be published.
Required fields are marked *

Publicidade

Publicidade

CURTA NO FACEBOOK

'